sábado, 22 de novembro de 2008


A APEDE e o MUP apelam a que, no próximo dia 3 de Dezembro, todos os professores que adiram à greve não fiquem em casa, mas se concentrem nas suas escolas. Nelas poderão organizar reuniões gerais de professores a fim de discutir futuras estratégias e formas de luta e, se assim o entenderem, para ESCOLHER OS DOIS REPRESENTANTES POR ESCOLA DESTINADOS A PARTICIPAR NO ENCONTRO NACIONAL DE ESCOLAS EM LUTA (LEIRIA, 6 DE DEZEMBRO). Nesse dia 3, os professores das escolas de um mesmo concelho poderão organizar-se para se MANIFESTAREM NO CENTRO DAS SEDES DE CONCELHO, chamando os pais e os alunos a integrar essa manifestação. Durante esta última, poderão ser distribuídos comunicados à população de modo a informá-la sobre as causas que estão a mobilizar os professores, as quais não se confinam ao problema da avaliação:


  • Defesa da escola pública e de um ensino de qualidade, contra uma política demagógica que pretende transformar os professores em fabricantes de sucesso escolar fraudulento;

  • Revogação do Estatuto da Carreira Docente enquanto matriz dessa política;

  • Combate a um modelo de avaliação que constitui o instrumento prático para forçar os professores a servir a mistificação que o Governo quer impor à escola pública.

Para que tal iniciativa se concretize, será necessário comunicar ao respectivo Governo Civil o trajecto, o dia e a hora da manifestação regional.

Esta forma de luta para o dia 3 já está a ser organizada, espontaneamente, em diferentes regiões do país: em Ponte de Lima, nas Caldas da Rainha e em Sintra. É importante que outras zonas adiram de modo a que o dia 3 seja mais um momento de afirmação do combate sem tréguas que os professores têm de assumir contra as políticas ministeriais.

3 comentários:

Safira disse...

Olá Ricardo!
A minha escola Matias Aires, finalmente enviou à ministra o pedido de suspenção.

Depois de tanta luta, conseguimos. Eu gostava de pariticipar no encontro de Escolas em Leiria mesmo a título individual. Será que posso?

Abraço solidário,

Safira

Anónimo disse...

o ME está agora a fazer uma manipulação dos PCE com ameaças/promessas de lugares como Directores de escola…
A ditudura está de regresso!!!

E depois dizem que TEM DE SE CUMPRIR A LEI!!!

TAMBÉM COM SALAZAR E CAETANO SE TINHA DE CUMPRIR A LEI E VEJAM O QUE LHES ACONTECEU…

O MESMO ACONTECEU COM O REI SOL…

SERÁ QUE NÃO PODEMOS FAZER O MESMO A ESTA DITADORA???

PRÁ RUA JÁ E EM FORÇA

Ricardo Silva disse...

Olá Safira,

Os meus sinceros parabéns pela tua luta que com toda a determinação e empenho conseguiste levar a bom porto. Sou testemunha privilegiada, desde o Encontro de Professores em Almada, da forma como te empenhaste e da denúncia que fizeste das dificuldades que existiam em travar o modelo de avaliação na tua escola. O teu exemplo é realmente um grande exemplo para todos nós!
Quanto ao Encontro de Escolas em Leiria, creio que poderás inscrever-te como representante da tua escola e levar ctg outro colega ou, caso não consigas, poderás ir sozinha. O que interessa é estar presente e continuar a manter a chama da resistência acesa. JUNTOS VENCEREMOS!

Abraço solidário

EMAIL da APEDE: correio@apede.pt
  • Ligações a ter em conta
  • site da APEDE
  • A sinistra ministra
  • A Educação do meu Umbigo
  • ProfAvaliação
  • outrÒÓlhar
  • M.U.P
  • o estado da educacao
  • o cantinho da educacao
  • educação sa
  • correntes
  • movimento escola pública
  • As Minhas Leituras
  • ultimaseducativas
  • PROmova
  • educar resistindo
  • escola pública
  •